• Temístocles de Figueiredo Serra Minervini

BIBLIOTECA DA AMLMS

Atualizado: Mar 26

Em resposta aos apelos de grande maioria dos acadêmicos, a AMLMS possui em andamento um projeto de constituição de sua BIBLIOTECA FÍSICA e VIRTUAL, intitulado de BIBLIOLHAR.


Nesse empreendimento, os trabalhos estão afetos aos acadêmicos JOÃO BAPTISTA MACIEL MONTEIRO NETO, JOÃO PEDRO SANTANA PEREIRA e TEMÍSTOCLES DE FIGUEIREDO SERRA MINERVINI, que, através de percepção cuidadosa e esmerado zelo, estão consolidando o ideal proposto.


Seguindo os parâmetros estatutários de “difundir, cultuar e cultivar a cultura e as letras maçônicas”, será aberto aos confrades, aos pesquisadores, aos estudiosos e aos demais maçons interessados, todo material colhido e selecionado.


Em breve estará concluída a estrutura de suporte, em local apropriado na sede da Instituição, necessitando no momento de ajustes na área de informática.


O público-alvo a ser atendido segue uma ordem: acadêmicos e maçons - considerando-se um acesso restrito exclusivo para os primeiros e outro para a segunda faixa.


Solucionados os entraves, o acervo será disponibilizado aos usuários mediante cadastro e senha, para consultas “online” pela Internet, obedecidos os critérios dispostos em normas específicas.


É importante ressaltar que o acervo já existente e formado por obras dos acadêmicos e de renomados autores nacionais e internacionais, revistas e jornais, devidamente catalogados e mais conhecidos como BIBLIOTECA FÍSICA e BIBLIOTECA VIRTUAL, já está ao alcance dos usuários acadêmicos devido ao acesso fornecido, para consultas e leituras presenciais às terças e quintas-feiras à tarde, na sede da AMLMS, no horário de expediente (entre 15 e 17 horas), bastando agendamento da visita pelo telefone (67) 3026-5646 ou pelo e-mail amlmscg@gmail.com – ressalvando-se que a obra não poderá ser retirada por empréstimo em nenhuma hipótese, por constituir patrimônio da Instituição.


Numa segunda etapa, estes benefícios serão estendidos aos maçons integrantes dos Quadros de Obreiros das Lojas jurisdicionadas às três Obediências Maçônicas fundadoras, quando da solicitação de cadastro, conforme orientações a serem publicadas em seus Boletins Oficiais.


Concluindo, se o maçom pretende aumentar seus conhecimentos ou simplesmente respaldar uma peça de arquitetura maçônica com literatura confiável e do mais elevado nível, no acervo se inclui a formatação informativa com os passos a seguir para a correta elaboração do seu trabalho, para apresentação no tempo de estudos das Lojas ou para aumento de salário.